Trigo: Com alta do ICMS do RS para o Sudeste, farinha se desvaloriza

Os preços das farinhas, que estavam em alta na primeira quinzena de maio, passaram a cair na maioria das regiões acompanhadas pelo Cepea. A pressão veio da elevação do crédito presumido do ICMS (Impostos sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) do Rio Grande do Sul para venda de derivados ao Sudeste.

Conforme pesquisadores do Cepea, o decreto prevê que indústrias que venderem ou transferirem derivados aos estados de São Paulo, de Minas Gerais ou do Rio de Janeiro podem se apropriar de um crédito presumido equivalente a 10% do valor das saídas, que, por sua vez, estão sujeitas a alíquota de 12% do imposto. Com o crédito presumido, as empresas sul-rio-grandenses podem negociar o derivado a um preço inferior, mas que, ainda assim, pode implicar em receita maior.

https://www.cnabrasil.org.br/

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.