Presidente João Martins recebe Consul da Argentina em Salvador

Salvador / Bahia (09/06/2017) – Com o objetivo de fortalecer as relações entre Bahia e Argentina, voltadas para o segmento agroindustrial e alimentício, o presidente da CNA e do Sistema FAEB, João Martins da Silva Júnior, se reuniu nesta sexta-feira, 9, com o consul da República Argentina em Salvador, Pablo Visasoro, e o secretário da Embaixada, Julian Vazeilles, na sede do Federação da Agricultura e Pecuária da Bahia – FAEB, na capital baiana.

O presidente João Martins fez um mapeamento da agropecuária no estado, mostrando o potencial produtivo de cada região. “Tivemos a resposta neste primeiro trimestre de 2017, do potencial do nosso agronegócio. O setor cresceu 30% e garantiu saldo positivo ao PIB baiano. A produção de grãos, diferente do que aconteceu na safra passada, bateu recorde com o uso de alta tecnologia no oeste, aumento de produtividade e de área plantada”, afirmou Martins. Ele acrescentou ainda que “o oeste é uma das melhores regiões brasileiras em produtividade, destaque na produção de algodão, soja, milho, sorgo e feijão”. A região ainda possui 6 milhões de hectares disponíveis para cultivo e um dos maiores aquíferos subterrâneos do Brasil.

Martins ressaltou também a potencialidade do sudoeste baiano, com destaque na produção de algodão e do extremo sul, que possui uma agropecuária diversificada, referência no cultivo de mamão, limão, eucalipto, café, além de ser a maior bacia leiteira da Bahia. “Passando para o semiárido, temos o Vale do São Francisco, polo de fruticultura e maior exportador de manga do país. Enfim, a Bahia é a agropecuária”, concluiu.  

As autoridades argentinas, que estão em Missão Comercial na Bahia, ressaltaram o forte interesse em uma relação de exportação e importação com o mercado agropecuário baiano. Eles convidaram o Sistema FAEB para participar da Câmara Empresarial de Comercio Argentina-Bahia (CECAB), lançado em março deste ano. “Queremos identificar empresas baianas interessadas em participar de rodadas de negócios. A Câmara é um espaço institucionalizado pelos governos dos países, de intercâmbio entre as empresas brasileiras e argentinas”, explicou o consul.

Julian Vazeilles elogiou o potencial da agropecuária baiana e destacou que “produtos como o limão e o coco, por exemplo, que são produzidos em larga escala na Bahia, são pouco encontrados na Argentina e normalmente são muito caros. É preciso estreitar a relação comercial entre os países, principalmente com o nordeste do Brasil”.

O consul argentino também demonstrou a intenção de participar da Bahia Farm Show – um dos maiores eventos agropecuários do país – ano que vem, e pediu a ajuda do Sistema FAEB na interlocução com a organização do evento.

Durante a reunião, João Martins convidou Pablo Visasoro e Julian Vazeilles para participar da inauguração do Centro de Excelência de Fruticultura do SENAR, prevista para o próximo mês de agosto, e que será uma referência na produção de conhecimento e capacitação em todo o país.

Participaram do encontro a superintendente do SENAR BAHIA, Carine Magalhães; da FAEB, o vice-presidente Humberto Miranda; o vice-presidente de Desenvolvimento Agropecuário, Guilherme Moura; o assessor Jurídico, Carlos Bahia; e o corpo técnico do Sistema FAEB.

Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia – FAEB
https://www.sistemafaeb.org.br

https://www.cnabrasil.org.br/

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.