Preço do milho sobe na segunda metade do mês, porém ainda está menor na comparação anual

A colheita do milho, que já havia começado no Paraná, teve início em Mato Grosso. A expectativa é de que a produção do cereal da segunda safra do ciclo 2018/2019 seja 28,3% maior que a segunda safra do ciclo passado. 
O início da colheita e a expectativa de uma boa produtividade pressionaram as cotações na primeira quinzena de maio. 
No entanto, a adversidade climática nos Estados Unidos (no Cinturão do Milho) tem atrasado o plantio norte americano, o que tem refletido na cotação do cereal no mercado brasileiro. 
Segundo levantamento da Scot Consultoria, desde o início da segunda quinzena de maio, em Campinas-SP, a saca de 60kg do grão subiu 4,2%.
Entretanto, a cotação do cereal segue abaixo do registrado na comparação mensal e também em relação ao mesmo período do ano anterior.
Até o momento, no acumulado de maio, a saca de 60kg de milho ficou cotada, em média, em R$35,13, queda de 8,4% em relação à média de abril último e de 15,2% na comparação com maio de 2018.
Contudo, atenção ao câmbio e ao clima nos Estados Unidos, fatores estes que podem limitar as quedas de preço no Brasil.

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.