No Paraná o pecuarista perdeu poder de compra na troca com todos os animais de reposição

Nas últimas semanas, o mercado de reposição teve poucos negócios no Paraná. 
Compradores e vendedores têm optado por esperar o término da campanha de vacinação contra Febre Aftosa para dar andamento nas comercializações. 
Os leilões de gado têm previsão para reiniciar os remates nas últimas semanas de maio. 
Mas, no quadro geral, a procura está aquecida, e como a oferta não tem sido suficiente para abastecer a demanda regional, as categorias estão valorizadas. 
No estado, desde o começo do ano, o preço de todas as categorias subiu, em média, 7,8%.
Como a cotação da arroba do boi gordo paranaense ficou longe de subir na mesma proporção (0,1%), o pecuarista perdeu poder de compra na troca com todos os animais de reposição.
 

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.