Mercado do boi gordo perde força, mas viés ainda é de alta

Em São Paulo, a oferta de boiadas segue restrita, porém, tem sido suficiente para atender a demanda nestes primeiros dias de outubro, permitindo que as indústrias reduzam o ritmo de compra.
Entretanto, ainda assim o cenário é de firmeza no mercado do boi gordo, a baixa disponibilidade de animais terminados para o abate deixa pouco espaço para que os frigoríficos pressionem o mercado de maneira mais intensa.
Assim, as empresas que conseguiram alongar as programações de abate saíram das compras nessa quinta-feira, aguardando um melhor posicionamento do mercado antes de voltar às negociações.
Considerando as duas praças de São Paulo, o preço da arroba do boi gordo (pagamento à vista) recuou e está, em média, em R$153,00, livre de Funrural. Contudo, no acumulado dos últimos trinta dias, é observada alta de 2,4%.
No mercado atacadista de carne bovina com osso, o boi casado de animais castrados está cotado, em média, em R$10,01/kg.
Vale lembrar que o feriado da próxima semana e o recebimento de salários são fatores que podem dar fôlego para o mercado.

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.