Mercado do boi gordo começou a semana sem força

Nesta segunda-feira (13/5) o mercado fechou com cinco quedas, uma alta e o restante das regiões com estabilidade nos preços do boi gordo. 
O consumo aquém do esperado da primeira quinzena de maio, associado à maior oferta de boiadas, pressionou para baixo as cotações do boi nas praças onde as indústrias estão com escalas de abate confortáveis. 
No Noroeste do Paraná, a maior disponibilidade de oferta de matéria-prima refletiu em desvalorização de 0,7% frente ao último fechamento (10/5), o que significa queda de R$1,00/@. 
Na região de Goiânia-GO, a queda foi de 0,7% na comparação dia a dia, porém, no acumulado de maio a desvalorização chega a 1,4%. 
Em São Paulo, apesar de estabilidade no fechamento de ontem, algumas indústrias aproveitaram o momento para sair das compras e observar o mercado para traçar a melhor estratégia de compra para esta semana. 
A margem de comercialização das indústrias que fazem a desossa ficou em 19,7%, valor próximo à média histórica.

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.