Mercado de reposição: em Rondônia, o poder de compra diminuiu para o recriador

Nos últimos 30 dias as chuvas mais constantes, principalmente na região Sul do estado, têm gerado uma maior movimentação no mercado de reposição.
A procura por animais para recompor o plantel tem sido maior que a oferta, sendo assim, os preços da reposição subiram. 
A referência para todas as categorias de reposição teve alta de 1,0%, em média, desde o começo de outubro. Neste mesmo período, a cotação da arroba do boi gordo registrou uma leve queda (0,1%). 
Frente a esse cenário, na comparação mensal, o pecuarista de Rondônia perdeu poder de compra na troca do boi gordo com os animais de reposição. 
Mas, apesar da queda recente, atualmente a relação de troca está mais favorável para o recriador/invernista do que estava no início do segundo semestre. 
Para o garrote, por exemplo, uma das categorias mais procuradas do estado, a troca saiu de 1,63 em julho para os atuais 1,7. O que significa um aumento de 4,1% no poder de compra. 
Para os próximos dias é provável que o mercado entre em um certo marasmo, já que o período de vacinação paralisa os negócios com bovinos.

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.