Mandioca: Com maior demanda industrial, preços seguem firmes

Os preços da mandioca estão em alta, sustentados pela maior demanda industrial, principalmente de farinheiras, e pela menor oferta de raiz, que também resultou em queda no volume processado. Segundo pesquisadores do Cepea, chuvas frequentes em várias regiões na última semana impediram a entrada de máquinas e caminhões nas lavouras.

Além disso, diante das recentes quedas de preços, o interesse pela colheita tem diminuído, e produtores vêm priorizando cada vez mais o plantio da nova safra, deslocando a mão de obra. Entre 26 de maio e 2 de junho, a média semanal a prazo para a tonelada de mandioca posta fecularia ficou em R$ 451,64 (R$ 0,7855 por grama de amido na balança hidrostática de 5 kg), alta de 1,3% frente à semana anterior.

https://www.cnabrasil.org.br/

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.