Governo faz remoção de 52,6 t de milho para evitar desabastecimento

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) vai contratar serviço de transporte de milho para atender regiões onde o produto está mais em falta, como em alguns estados do Sul, Norte e Nordeste, principalmente. O edital do leilão de frete, que será realizado dia 1° de junho (aviso 74), prevê a remoção do produto a granel (52,4 mil t) e ensacado (237 t), num total de 52,6 mil toneladas.

Receberão o produto, para comercialização por meio do Programa de Vendas em Balcão, os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Acre, Amazonas, Pará e Rondônia, além de Bahia, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Piauí e Goiás.

O milho a ser removido está estocado em Sorriso/MT e é vinculado aos programas federais do Contrato de Opção e da Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM), instrumentos que buscam garantir remuneração mínima ao produtor e diminuir os riscos dos preços no mercado.

No mês passado, foram contratadas remoções de 6 mil toneladas para essas mesmas regiões, com exceção do Sul.

Fonte: Mapa

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.