Demanda não responde e pressão de baixa ganha força no mercado do couro

A retirada do imposto para exportação, segundo dados parciais de outubro, divulgado pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), não refletiu em aumento dos embarques. Os vendedores encontram dificuldade em negociar o produto final.
No Brasil Central, há, inclusive, negócios ocorrendo a preços mais baixos, porém, ainda sem força para mudar a referência. 
Na região, o couro verde está cotado, em média, em R$1,00/kg, considerando o produto de primeira linha. Desvalorização de 42,5% em um ano.
No Rio Grande do Sul o cenário é semelhante. No estado, o couro verde comum está cotado, em média, em R$1,45/kg, queda de 17,1% em igual comparação.
Para o curto prazo a expectativa é de que a oferta (produto final) maior que a demanda, mantenha o mercado pressionado.

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.