Conab revisou para cima a produção de milho na primeira safra 2018/19

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou, no dia 11 de dezembro, o terceiro levantamento da safra brasileira de grãos 2018/2019. 
Com relação ao milho de primeira safra ou milho de verão, a área semeada foi estimada em 5,12 milhões de hectares, frente aos 5,18 milhões de hectares estimados no relatório anterior. 
A produtividade média, no entanto, foi revisada para cima, em função do clima mais favorável nesta temporada e boa situação das lavouras.
A previsão é de que sejam colhidos, em média, 5.342 quilos por hectare, frente aos 5.160kg/ha estimados anteriormente. O rendimento deverá ser maior também que a média da safra passada, de 5.275kg/ha. 
Com isso, a produção (primeira safra) foi estimada em 27,37 milhões de toneladas, frente as 26,75 milhões de toneladas estimadas em novembro e as 26,81 milhões de toneladas colhidas na safra 2017/2018. 
Considerando a primeira e segunda safras, a Conab estima a produção brasileira em 91,10 milhões de toneladas de milho em 2018/19. Este volume é 12,8% maior que o colhido no ciclo passado, o equivalente a 10,31 milhões de toneladas a mais. 
O aumento da produção é um fator de baixa para os preços do cereal em 2019, entretanto, é preciso levar em conta que a maior parte deste volume (70%) é referente ao milho de segunda safra, cuja colheita tem início em junho no país.

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.