Boi: Piora na relação de troca em Tocantins

A boa quantidade de chuvas das últimas semanas melhorou a capacidade de suporte e a qualidade das pastagens no estado, dessa maneira, houve acréscimo na procura por categorias mais eradas, fato que piorou a relação de troca no estado. 

As categorias mais jovens tiveram as maiores desvalorizações, destaque para o preço do bezerro de desmama, que recuou 15,1% em um ano.

Nesse mesmo intervalo, o preço do boi magro (12@) teve queda de 8,8%. A maior movimentação explica o aumento da demanda por essa categoria e a menor queda na cotação frente às demais categorias.

No estado, as cotações do boi gordo cederam aproximadamente 10,4% nos últimos doze meses. Isso fez com que o poder de compra do invernista ficasse em patamares menos favoráveis.

Atualmente é possível comprar 1,29 boi magro (12@) com o preço de venda de um boi gordo (16@). No mesmo período do ano passado, a relação de troca estava em 1,31, representando queda de 1,5% no poder de compra.

https://www.cnabrasil.org.br/

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.