As principais vantagens e desvantagens da Internet das Coisas

internet das coisas

A Internet das Coisas ou IoT, por sua sigla em inglês, é um nome que, ao ouvi-lo repetidamente nos últimos anos, foi aos poucos sendo incorporado ao nosso vocabulário. Porém, muitas vezes as pessoas não sabem exatamente o que é, ou quais são as vantagens e desvantagens da Internet das Coisas no seu dia a dia.

 

O que é a Internet das Coisas?

O conceito como tal nasceu em 2010 referindo-se a todos os dispositivos ligados à Internet que visam recolher e trocar informação, detectando o meio envolvente e tomar decisões com base nas nossas necessidades específicas e com o intuito de nos ajudar no nosso quotidiano.

A tecnologia IoT tem múltiplas aplicações, principalmente no setor industrial, embora também venha conquistando nossos lares através de objetos do cotidiano que nos fazem avançar em um modo de vida conectado à rede, o que tem repercussões no lar, na arquitetura, design de interiores, transporte, publicidade ou design.

Nesse sentido, e em um mundo sustentado pelo Big Data e pela quantidade de dados que se trata diariamente, hoje não parece tão estranho estar rodeado de objetos capazes de detectar o ambiente e tomar decisões próprias para nos ajudar em nossa vida quotidiana. Isso nos faz continuar avançando como uma sociedade tecnológica e nos movemos em ambientes cada vez mais inteligentes.

 

Benefícios da Internet das Coisas

Objetos do cotidiano como eletrodomésticos, veículos, roupas ou semáforos terão a capacidade de se conectar à Internet de forma majoritária em um futuro imediato, quando já foram atingidos 30.000 milhões de objetos conectados à Internet.

Estes números significam mais eficiência, inovação e produtividade no mundo dos negócios, com novos modelos e oportunidades que melhor respondem às necessidades dos cidadãos.

Já para o usuário, uma das grandes vantagens da IoT é a economia de tempo. Ao nível social, encontramos uma gestão automática e eficiente das infraestruturas urbanas e poupança de energia mais eficientes, para além de uma melhoria do planejamento urbano, com menores custos de recursos.

Nesse sentido, a comunicação com o meio ambiente é fundamental para o funcionamento da nova sociedade digital. E o melhor é que essas informações estão disponíveis para quem quiser acessá-las por meio da nuvem digital.

Por outro lado, ter a informação na ponta dos dedos nos oferece a possibilidade de contrastar diferentes pontos de vista, além de nos manter atualizados diariamente.

Além disso, a tecnologia está cada vez mais integrada em nosso dia a dia com a IoT, indo além da arquitetura ou design de interiores de casas para englobar as Smart Cities ou cidades inteligentes, que nos fornecem um ambiente mais avançado, seguro e sustentável, por meio de diferentes sistemas mega conectados.

Seria impensável há 10 anos atrás que hoje poderíamos ter um sistema de automação residencial e que através deles teríamos um controle total de nossa casa.

O enorme crescimento do mercado das telecomunicações também contribuiu para isso, pois com o surgimento de mais operadoras de telefonia móvel, tarifários, serviços de cobertura de dados móveis, internet e fibra, existem cada vez mais usuários com internet em suas casas.

 

Desvantagens da Internet das Coisas

Entre as desvantagens da Internet das Coisas, destacam-se as seguintes:

  • As informações não são criptografadas, portanto, não nos oferecem controle total dos dispositivos.
  • Requer um investimento em tecnologia.
  • Dependência das organizações que oferecem esses serviços.
  • Redução de privacidade.
  • Lacunas tecnológicas entre cidades na mesma sociedade.
  • O software não é totalmente seguro e pode ser hackeado.
  • Falta de compatibilidade, uma vez que a IoT não é padronizada.
  • Falta de conhecimento de quais informações são confiáveis ​​e, portanto, valiosas.
  • Geração de resíduos.

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.