Uso de celular para movimentação financeira supera internet pela primeira vez, diz Febraban


Em 2018, foram realizados 1,6 bilhão de pagamentos de contas e 862 milhões de transferências via mobile banking. O uso do mobile banking (acesso bancário via celular) superou a internet em transações com movimentações financeiras no ano passado pela primeira vez. Os dados constam em um estudo divulgado pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) nesta terça-feira (7).
Em 2018, foram realizados 1,6 bilhão de pagamentos de contas e 862 milhões de transferências via mobile banking. Foi um crescimento de 80% e 119%, respectivamente, em relação ao apurado em 2017.
Já o internet banking foi utilizado para a realização de 1,5 bilhão de pagamento de contas – o mesmo patamar observado em 2017 – e para concretizar 534 milhões de transferências, alta de 10% no período.
Em volume transacionado, o mobile banking já é maior do que o internet banking desde 2016. No ano passado, as transações utilizando o mobile banking somaram R$ 31,3 bilhões no ano passado, quase o dobro do observado no internet banking (R$ 16,2 bilhões).
Ao todo, foram transacionados R$ 78,9 bilhões no ano passado, alta de 8% em relação a 2017.
Transações bancárias
Reprodução/Febraban
Contas abertas
O uso do celular também foi o preferido para a abertura de contas.
Em 2018, foram abertas 2,5 milhões de contas bancários com o uso do celular. Pela internet, foram abertas 434 mil contas.

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.