Taurus faz acordo preliminar para encerrar processo nos EUA

Custo com indenizações, custas processuais e honorários é estimado entre US$ 7,1 milhões e US$ 7,9 milhões. A Taurus informou nesta quarta-feira (9) que seu conselho de administração aprovou acordo preliminar com autoridades norte-americanas para encerrar processo nos Estados Unidos relacionado aos produtos da fabricante de armas brasileira. A ação judicial diz respeito a “supostos defeitos apresentados em determinados modelos de revólveres” com a marca Rossi, segundo a companhia.
Segundo a empresa, a proposta de acordo “envolve custos para a companhia no montante estimado de US$ 7,1 milhões a US$ 7,9 milhões”, relacionados a custas processuais, indenizações e honorários dos advogados dos autores do processo.
“A administração da Taurus entende que a sua celebração é a medida mais eficaz para pôr fim à demanda judicial em referência, assim como aquela que envolve o menor impacto financeiro à companhia, evitando os riscos e possíveis efeitos adversos adicionais a que ela estaria exposta em caso de continuação do litígio”, afirmou a Taurus em comunicado ao mercado.
O processo foi aberto na Flórida por William Burrow, Oma Louise Burrow, Suzanne M. Bedwell e Ernest D. Bedwell contra a Taurus e uma companhia controlada nos EUA.
Ação da Forjas Taurus lidera altas da bolsa em 2018

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.