Produtores do noroeste de SP colhem safra de quiabo


Região de Piacatu é uma das principais produtoras da hortaliça no Brasil. Produtores do noroeste de SP colhem safra de quiabo
Reprodução/TV TEM
Ricardo Lemes espera colher cerca de oito mil caixas de quiabos até o fim do ano. Ele conta que plantou em uma área nova e que o clima também ajudou. A produção deve aumentar 20% em relação ao ano passado.
O trabalho segue o sistema de parceria. Ricardo arrenda a terra, arca com os custos de plantio e produção. Outros produtores, como Nice Pereira, entram com a mão de obra. Depois de colher, ela classifica as hortaliças, separando em diferentes tamanhos: pequenos, médios e grandes. Isso acaba ajudando a melhorar o preço na hora de vender.
Uma caixa com 15 quilos de quiabo pode chegar a R$ 200. Cerca de 30% ficam com quem faz o transporte. O restante do lucro é dividido ao meio.
(Vídeo: veja a reportagem exibida no programa em 29/03/2020)
Produtores do noroeste de SP colhem safra de quiabo
Reprodução/TV TEM
A região é uma das maiores produtoras de quiabo do país, com destaque para o município de Piacatu (SP), mas o cultivo da hortaliça vem diminuindo nos últimos tempos.
No ano passado, a hortaliça ocupou 120 hectares em Piacatu, o que representou uma redução de 40% em relação a 2017.
No sítio de Luka Vendrame, o espaço destinado ao quiabo também diminuiu. Ele está plantando em 20 hectares. No ano passado, a área foi de 36 hectares. Para ele, esse cenário sente o impacto da dificuldade para encontrar pessoas para trabalhar na lavoura.
A família de Luka buscou uma saída para melhorar os ganhos. Começou a produzir quiabo em conserva. Toda semana, cerca de 300 vidros são vendidos a R$ 10.
Produtores do noroeste de SP colhem safra de quiabo
Acesse + TV TEM | Programação | Vídeos | Redes sociais
Confira as últimas notícias do Nosso Campo

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.