Produtor colhe açaí no interior paulista


Fruto típico da região amazônica exige bastante água para produzir bem Produtor colhe açaí no Interior Paulista
TV TEM/Reprodução
Olhando de cima parece uma plantação de coco verde. Milhares de palmeiras ocupam cinco hectares no sítio de Nelsindo Gonzalez, no município de São José do Rio Preto. O fruto produzido é bem pequeno, típico da Amazônia e raro no estado de São Paulo.
Nelsindo investiu no açaí depois de ter morado 25 anos no Pará, estado responsável por 95% da produção da fruta no Brasil.
Ele está otimista e pretende ampliar a área plantada para 7 hectares. As sementes foram trazidas de Belém. De boa genética, elas têm garantia da Embrapa. As mudas ficam 10 meses numa estufa até atingirem o porte ideal para o plantio.
Além da semente de qualidade, o produtor investiu pesado em irrigação. O açaí precisa de muita água para produzir bem. Cada touceira com 4 açaizeiros consome 40 litros de água por dia nos três primeiros anos. O produtor explica que é preciso irrigar 2 vezes ao dia por aproximadamente 15 minutos cada uma delas.
O cuidado com a terra também faz toda diferença. Além dos fertilizantes, nunca falta adubo orgânico. Folhas e galhos secos são triturados e formam uma cama de palha sobre o solo. Isso ajuda a preservar a umidade, manter a temperatura controlada e enriquece a terra com nutrientes.
Abelhas europeias foram introduzidas no sítio para acelerar o processo de polinização das flores do açaí. Rubens Baldaça Júnior é especialista em abelhas e diz que o trabalho começou há cinco anos e vai resultar no aumento de cerca de 50 por cento na quantidade dos frutos.
Depois que o açaí é plantado, ele demora em torno de 4 anos para começar a produzir. Um cacho contém em média 2 quilos da fruta. Por ano, cada touceira produz 32 quilos da fruta.
Produtor colhe açaí no Interior Paulista
Nelsindo vem comprando máquinas para fazer o beneficiamento do açaí. Depois que a fruta é lavada e esterilizada, passa pelo choque térmico e é colocada em cilindros, que funcionam como liquidificadores.
No sítio, a mulher de Nelsindo cuida do preparo da polpa. Mas o objetivo é aumentar o investimento para conseguir produzir o açaí puro.
Acesse + TV TEM | Programação | Vídeos | Redes sociais
Confira as últimas notícias do Nosso Campo.

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.