Produção de petróleo sobe 5,2% em outubro, diz ANP


Já na comparação com o mesmo período do ano passado, houve recuo de 0,5%. A produção de petróleo no Brasil atingiu,em outubro,2,614 milhões de barris por dia, uma alta de 5,2% na comparação com setembro e um recuo de 0,5% frente a outubro do ano passado. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (3) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).
A produção de gás natural nos campos do país foi recorde, com 117 milhões de metros cúbicos diários em outubro, alta de 3,7% ante setembro e de 2,1% na comparação com outubro do ano passado. O aproveitamento de gás natural no Brasil no mês de outubro alcançou 97,4% do volume total produzido. Foram disponibilizados ao mercado 65,2 milhões de metros cúbicos por dia, enquanto a queima de gás totalizou 3 milhões de metros cúbicos por dia, uma redução de 3,1% se comparada ao mês anterior e de 11,1% em relação a outubro de 2017.
No total, a produção de óleo e gás no Brasil foi de 3,35 milhões de barris de óleo equivalente por dia (BOE/dia).
Pré-sal
No pré-sal, a produção em outubro foi de 1,84 milhão de BOE/dia, 3,2% a mais que em setembro. Foram produzidos 1,471 milhão de barris de petróleo por dia e 58,5 milhões de metros cúbicos de gás por dia.
O campo de Lula, na Bacia de Santos, foi o maior produtor de petróleo e gás natural, com produção média diária de 899 mil barris de petróleo e 37,9 milhões de m³ de gás natural. Os campos marítimos produziram 95,9% do petróleo e 78,4% do gás natural. A produção ocorreu em 7.399 poços, sendo 716 marítimos e 6.683 terrestres e os campos operados pela Petrobras produziram 92,7% do petróleo e gás natural.
Petrobras – Trabalhador na plataforma da Petrobras P-66 na Bacia de Santos, no Rio de Janeiro, em 5 de setembro de 2018.
Reuters/Pilar Olivares

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.