Produção de minério de ferro da Vale cai 11% no 1º trimestre com impacto de Brumadinho

Devido à ruptura da barragem, mineradora teve que suspender produção em diversas unidades. A Vale informou queda de 11,1% na produção de minério de ferro no primeiro trimestre de 2019, ante igual trimestre no ano passado, para 72,870 milhões de toneladas. Na comparação com quarto trimestre de 2018, a queda na produção do minério foi de 27,8%. A empresa divulgou nesta quarta-feira (8) a relatório de produção, referente aos primeiros três meses deste ano.
A mineradora justificou as quedas na produção lembrando o rompimento da barragem em Brumadinho, em Minas Gerais, em 25 de janeiro. Devido à ruptura da barragem, a empresa teve que suspender produção em algumas unidades. A companhia também citou sazonalidade climática – com volume de chuvas -, mais forte do que o normal no período para justificar os recuos.
No caso de pelotas, a Vale informou queda de 4,7% na produção do primeiro trimestre ante igual trimestre em 2018, para 12,174 milhões de toneladas. Na comparação com quarto trimestre de 2018, a queda foi de 23%. O desempenho também foi influenciado pela ruptura da barragem em Brumadinho, além de paradas programadas nas unidades de Tubarão, no Espírito Santo; e em Omã, na Península Arábica.
No caso de carvão, a produção atingiu 2,213 milhões de toneladas, queda de 9% ante primeiro trimestre de 2018; e recuo de 28,8% ante quarto trimestre de 2018. Estes recuos foram influenciados por fortes chuvas no trimestre, detalhou a Vale.

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.