Presidente da CVC renuncia e será substituído por ex-Smiles


Anúncio da saída de Luiz Fogaça ocorre dias após a CVC ter revelado que constatou indícios de erros em sua contabilidade. A operadora de turismo CVC anunciou nesta quinta-feira (5) que seu presidente-executivo, Luiz Fogaça, apresentou pedido de renúncia e que o conselho de administração da companhia aprovou a indicação de Leonel Andrade para substituí-lo.
Em fato relevante, a CVC informou que Fogaça seguirá no cargo até 30 de março.
Loja da CVC Brasil
Divulgação
Andrade foi presidente da Smiles, gestora de programas de fidelidade da Gol, da financeira Losango e da bandeira de cartões Credicard.
O anúncio da saída de Fogaça ocorre dias após a CVC ter revelado no último final de semana que constatou indícios de erros em sua contabilidade, que se confirmados poderão significar ajustes contábeis significativos nos resultados.
A estimativa é de que o impacto potencial acumulado dos ajustes na receita líquida da companhia seja da ordem de R$ 250 milhões, considerando o período de 2015 a 2019.
Desde que o assunto veio à tona, a ação da CVC acumulou perda de 22% na B3.

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.