Preços ao produtor acumulam alta de 18,2% em 12 meses, mostra IBGE

Em setembro, IPP ficou em 2,93%. Os preços da indústria em geral tiveram alta de 2,93% em setembro, segundo dados do Índice de Preços ao Produtor (IPP) divulgados nesta sexta-feira (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 12 meses, a alta acumulada é de 18,2%, e no ano, de 14,02%.
No acumulado de outubro de 2017 a setembro de 2018, as quatro maiores variações ocorreram em indústrias extrativas (56,9%), outros produtos químicos (38,04%), refino de petróleo e produtos de álcool (37,72%) e metalurgia (26,55%).
Neste indicador, os setores de maior influência foram: refino de petróleo e produtos de álcool (4,06 pontos percentuais), outros produtos químicos (3,55 p.p.), indústrias extrativas (2,08 p.p.) e metalurgia (2,07 p.p.).
Já no mês de setembro, as quatro maiores variações ocorreram entre os produtos de indústrias extrativas (12,82%), refino de petróleo e produtos de álcool (7,44%), outros produtos químicos (4,52%) e outros equipamentos de transporte (3,88%).
A taxa de refino de petróleo para o mês de setembro foi a maior da série do IBGE.

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.