Plantio de soja no Brasil atinge 20% e já é o mais rápido da história, diz consultoria


Na mesma época do ano passado, 12% da área estava plantada; nos últimos 5 anos, média foi de 10%, segundo AgRural. Plantio acelerado da soja vem sendo puxado por Mato Grosso e Paraná, principais estados produtores da oleaginosa
REUTERS
O plantio de soja 2018/19 no Brasil está no ritmo mais acelerado da história, atingindo um quinto da área total prevista e puxado por Mato Grosso e Paraná, justamente os principais produtores da oleaginosa, informou nesta segunda-feira (15) a AgRural.
Conforme a consultoria, o total de 20% da área semeada até quinta-feira no país, o maior exportador mundial da commodity, superava tanto os 12% de um ano atrás quanto os 10% de média nos últimos cinco anos.
Conab prevê safra de soja 2018/19 do Brasil entre 117,04 milhões e 119,42 milhões de toneladas
Produção de soja do Brasil em 2019 deve igualar recorde de 2018, diz associação
Com o bom início do plantio, algumas regiões devem ter colheita já no final de dezembro, trazendo algum alívio para o mercado após exportações recordes do país que reduziram os estoques a volumes mínimos neste ano.
Até então, o plantio mais rápido para esta época do ano havia se dado no ciclo 2016/17, quando os trabalhos alcançavam 18% da área.
“A aceleração dos trabalhos em Mato Grosso e o bom ritmo mantido no Paraná garantiram que o plantio da safra 2018/19 de soja saltasse dez pontos percentuais em uma semana”, frisou a AgRural em boletim semanal.
Segundo a consultoria, pancadas esparsas de chuva têm garantido umidade adequada para o plantio em Mato Grosso, onde 34% da área já estava semeada até quinta-feira, contra 14% na semana anterior, 18% há um ano e 14 na média.
Com efeito, nos últimos sete dias as precipitações ficaram acima do normal em todas as regiões mato-grossenses, segundo o Agriculture Weather Dashboard, do Refinitiv Eikon. Os dados mostram ainda que a parte sul do Estado terá chuvas acima ou na média histórica até o final do mês, enquanto o norte receberá menos chuva do que o normal.
Mais cedo nesta segunda-feira, o Imea já havia destacado um plantio acelerado em Mato Grosso.
No Paraná, o bom avanço do plantio no norte compensou parcialmente a lentidão causada pelas chuvas frequentes no oeste, disse a AgRural. Até quinta-feira, 40% da área de soja do Estado da região Sul estava semeada, ante 30% há um ano e 29% na média de cinco anos.
A consultoria relatou ainda avanço no plantio em Mato Grosso do Sul (26%), Goiás (13%), São Paulo (30%) e Rio Grande do Sul (0,8%).
Milho
O plantio de milho de primeira safra no centro-sul do Brasil avançou seis pontos em uma semana e foi a 44% da área até quinta-feira, frente 37% há um ano e 38% na média.
“Santa Catarina continua na liderança, com 91% de sua área já plantada. Em seguida vêm Rio Grande do Sul e Paraná, com 84% cada, e São Paulo, com 21%”, afirmou a AgRural, acrescentando que em Minas Gerais e Goiás o plantio só começa no fim de outubro ou início de novembro, dependendo da região.

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.