Pequenas e médias empresas dos EUA já receberam US$ 230 bi em créditos por pandemia

Congresso aprovou US$ 350 bilhões para empresas com até 500 funcionários, sob a condição de que voltem a contratar seus empregados. As pequenas e médias empresas dos Estados Unidos já receberam dois terços dos US$ 350 bilhões destinados ao setor diante da pandemia de Covid-19, informou nesta segunda-feira (13) o Secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin.
“Confirmamos US$ 230 bilhões para 4.600 credores”, disse Mnuchin, recordando que o programa foi lançado apenas no dia 3 de abril. “Se seu empréstimo não foi processado, será processado esta semana”, prometeu Mnuchin.
O Congresso aprovou US$ 350 bilhões para empresas com até 500 funcionários, sob a condição de que voltem a contratar seus empregados.
O programa, que foi adotado rapidamente, teve dificuldades diante da reação inicial negativa dos bancos em liberar o dinheiro – apesar da garantia federal – por falta de informação.
O dinheiro é liberado pelos bancos, mas o governo federal garante e cancela a dívida caso a empresa receptora consiga manter seus funcionários ou recontratá-los até 30 de junho.
O secretário do Tesouro também informou que “80 milhões de trabalhadores americanos receberão nesta quarta-feira (15) uma transferência bancária”. Esta é outra parte do pacote de estímulo de US$ 2,2 trilhões aprovado pelo Congresso para entregar ajuda em dinheiro diretamente aos lares americanos.
Segundo o presidente Donald Trump, uma família com dois adultos e duas crianças receberá o total de US$ 3.400.

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.