Orizon pode movimentar R$ 478 milhões em estreia na bolsa

Empresa de tratamento de resíduos definiu faixa de preço de ações entre R$ 20 e R$ 27. A Orizon Valorização de Resíduos definiu a faixa indicativa de preço na sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) entre R$ 20 e R$ 27. Considerando o meio da faixa, de R$ 23,50, e a oferta-base de 20.330.219 ações, a operação pode movimentar R$ 477,760 milhões.
Há ainda possibilidade de um lote adicional de 4.066.043 ações e suplementar de 3.049.532 ação. Nesse caso, a oferta subiria para R$ 644,976 milhões, ainda considerando o meio da faixa indicativo.
A oferta será precificada no dia 11 de fevereiro. A companhia será negociada no Novo Mercado da B3, sob o ticker ‘ORVR3’.
A Orizon atua no tratamento e destinação final de resíduos perigosos e não perigosos; exploração do biogás, energia e créditos de carbono; beneficiamento de resíduos (waste-to-energy); e serviços de engenharia ambiental. Em 2020, foi uma das companhias que mais gerou créditos de carbono certificados no país, de acordo com dados da ONU.
Fundada em 1999, a Orizon possui ecoparques localizados nos municípios de Nova Iguaçu, São Gonçalo e Barra Mansa, no Rio de Janeiro; João Pessoa, na Paraíba; e Jaboatão dos Guararapes, em Pernambuco. Tem ainda uma unidade de incineração para resíduos perigosos e não perigosos em Belford Roxo, uma unidade especializada no tratamento de ascarel em Rio Bonito e uma estação de transferência de resíduos em Duque de Caxias, todas no Rio.
Nos nove primeiros meses de 2020, teve receita de R$ 288,95 milhões, com lucro líquido de R$ 17,18 milhões. A companhia é comandada por Milton Pilão Júnior.
Os recursos líquidos provenientes da oferta primária serão destinados para: investimentos (27,5%); aquisições potenciais (37,5%); amortização de dívida (18,5%); e capital de giro (16,5%). No item “amortização de dívida”, a Orizon pretende pagar R$ 62,450 milhões em cédulas de crédito bancário emitidas em favor do Credit Suisse, que é o coordenador líder da oferta.
Os principais acionistas da Orizon são a holding Inovatec Participações, que tem uma fatia de 73,41% e pode cair para até 50,00% se forem exercidos os lotes adicional e suplementar; a gestora Spectra, que tem 22,29% e pode cair para até 9,50%; e a gestora Jive, que tem 1,50% e pode zerar sua participação.
A oferta é coordenada por Credit Suisse, BTG Pactual e XP.
Assista as últimas notícias de economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.