Ministro do TST diz que Petrobras e trabalhadores chegaram a acordo para por fim à greve

O ministro Ives Gandra Martins Filho, do Tribunal Superior do Trabalho (TST), informou nesta sexta-feira (21) que a Petrobras e os trabalhadores chegaram a um acordo para por fim à greve da categoria.
Ives Gandra deu a informação após mediar uma audiência de conciliação entre a empresa e os trabalhadores, em Brasília.
A paralisação da categoria começou em 1º de fevereiro. Os trabalhadores da Petrobras pediam a suspensão das demissões em uma subsidiária da Petrobras, a Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados do Paraná (Fafen).
Segundo a Federação Única dos Petroleiros (FUP), as demissões afetaram mais de mil famílias.
Na última segunda (17), ives Gandra atendeu a um pedido da Petrobras e considerou a greve abusiva e ilegal. Na ocasião, o ministro também autorizou a estatal a tomar “medidas administrativas cabíveis”, como cortes de salários e sanções disciplinares.
A categoria, no entanto, anunciou que a greve continuaria e que iria recorrer da decisão.
Um dia depois, na terça (18), Ives Gandra informou que aceitaria mediar as negociações, desde que os trabalhadores suspendessem a greve. A categoria, então, decidiu suspender temporariamente a paralisação.

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.