Ministério da Agricultura diz que Conab pode rever preços mínimos do café


Preços no mercado internacional têm atingido valores historicamente baixos. Aumento do preço de referência do café ajudaria a proteger agricultores de alta dos custos de produção
Érico Andrade/G1
O Ministério da Agricultura anunciou nesta quinta-feira (2) que a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) vai rever a metodologia dos custos de produção do café, em conjunto com entidades do setor, visando uma possível revisão no preço mínimo do produto.
A pasta destacou que “para o governo garantir preço de referência superior ao mínimo é necessário alterar a legislação”. O aumento do preço de referência ajudaria a proteger os agricultores da alta dos custos de produção.
Os preços da commodity no mercado internacional têm atingido valores historicamente baixos.
Queda em preço faz produtores de café ganharem menos de US$ 0,01 por xícara
A decisão foi tomada após reunião com a participação da ministra da Agricultura, Tereza Cristina; do secretário-executivo da pasta, Marcos Montes; do secretário de Política Agrícola, Eduardo Sampaio Marques; e do presidente da Conab, Newton Araújo Jr.
Os preços mínimos do café nas mais diversas regiões do Brasil podem ser consultados na página da Conab na internet.

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.