Média diária de exportação de soja quase dobra na 1ª semana de abril, diz governo


Ritmo de vendas externas é beneficiado, dentre outros fatores, pelo avanço na colheita brasileira de soja, além da demanda da China. Brasil movimentou é o principal exportador mundial de soja
Fábio Scremim/APPA
As exportações brasileiras de soja alcançaram média de 829,5 mil toneladas por dia na primeira semana de abril, quase o dobro da média diária de abril de 2019, conforme dados divulgados pelo governo federal nesta segunda-feira (6).
Os embarques da oleaginosa em grão foram 85,2% maiores que as 447,7 mil toneladas da média diária de abril do ano passado, segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex).
Um operador do mercado disse que, como os dados da Secex referem-se a apenas três dias úteis, a tendência é que os reportes das próximas semanas tragam números melhores.
O ritmo de vendas externas é beneficiado, dentre outros fatores, pelo avanço na colheita brasileira de soja da safra 2019/2020, além da demanda da China, que ajudou o país a exportar um volume recorde em março, segundo dados da Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec).
Os trabalhos de colheita avançaram para 83% da área cultivada, levemente abaixo dos 84% vistos em igual período do ano passado, mas acima da média histórica de cinco anos para este momento da safra, segundo a consultoria AgRural informou nesta segunda-feira.
Carne bovina
A carne bovina fresca, refrigerada ou congelada teve 4,27 mil toneladas por média diária exportadas na primeira semana de abril, queda de 20,6% na variação anual.

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.