Lucro da CSN recua no 1º trimestre para R$ 87 milhões

Valor representa uma queda em relação ao resultado positivo de R$ 1,49 bilhão obtido um ano antes. A Companhia Siderúrgica Nacional teve lucro líquido de R$ 87 milhões no primeiro trimestre, queda ante o resultado positivo de R$ 1,49 bilhão obtido um ano antes, apesar de avanços de dois dígitos na receita e no resultado operacional.
A empresa apurou uma geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de R$ 1,72 bilhão, evolução de 39% sobre o desempenho de um ano antes.
Analistas, em média, esperavam Ebitda da CSN no primeiro trimestre de R$ 1,65 bilhão, segundo dados da Refinitiv. Não ficou imediatamente claro se os números são comparáveis.
A CSN teve alta de 19% na receita líquida do primeiro trimestre na comparação anual, para R$ 6 bilhões, dentro do esperado por analistas, apoiada em aumentos de preços da liga e expansão de 19% nas vendas de minério de ferro.
A companhia vendeu 1,17 milhão de toneladas de aço no período, queda de 8% sobre o primeiro trimestre do ano passado. O volume de minério de ferro somou 8,86 milhões de toneladas.
A empresa encerrou o primeiro trimestre com uma relação dívida líquida sobre Ebitda ajustado de 4,07 vezes ante 4,55 vezes no fim de dezembro e 5,82 vezes em março de 2018.

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.