Lucro da CPFL Energia sobe 36% no primeiro trimestre

O principal fator do crescimento foi o efeito positivo de reajustes anuais e periódicos das distribuidoras operadas pelo grupo. A CPFL Energia teve uma alta de 36% no lucro atribuído aos controladores, chegando a R$ 603,4 milhões no primeiro trimestre deste ano.A receita operacional líquida atingiu R$ 7,1 bilhões, um aumento de 11,8%. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) do grupo subiu 12,1%, e chegou a R$ 1,5 bilhão.
O principal fator do crescimento foi o efeito positivo de reajustes anuais e periódicos das distribuidoras operadas pelo grupo — a CPFL Paulista, a CPFL Piratininga, a RGE, a RGE Sul e a CPFL Santa Cruz.
As tarifas, que subiram em média 19,2%, resultaram em uma alta de 27,1% no fornecimento de energia elétrica, o que representa R$ 1,03 bilhão de receita adicional.
O custo com energia elétrica da companhia totalizou R$ 4,483 bilhões, um aumento de 11,7%.Esse avanço ocorreu principalmente devido à alta de 11,1% nos preços — decorrente da variação do dólar da energia de Itaipu e do Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) — e do maior volume de energia comprada. Essa elevação foi amenizada pela redução nos encargos do uso do sistema de transmissão e distribuição.
Os custos operacionais também aumentaram 8% no período, na comparação com o ano passado.

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.