Índices acionários europeus fecham em alta pelo 3° dia consecutivo

Índices avançaram depois de uma leitura recorde nas reivindicações semanais de auxílio-desemprego nos EUA. As ações europeias inverteram o curso e terminaram em alta nesta quinta-feira (26), acompanhando os ganhos em Wall Street, com os investidores aguardando uma votação dos parlamentares da União Europeia sobre fundos de emergência para amortecer o golpe do surto de coronavírus.
Os índices de ações dos Estados Unidos avançaram depois de uma leitura recorde nas reivindicações semanais de auxílio-desemprego colaborar para a perspectiva de mais medidas de estímulo para combater o impacto econômico da pandemia de coronavírus.
O índice FTSEEurofirst 300 subiu 2,37%, a 1.265 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 2,55%, a 321 pontos, acumulando ganho de quase 15% nas três últimas sessões. O índice chegou a recuar 2% no início do dia.
O índice ainda está 26% abaixo de um pico recorde atingido em fevereiro, com uma recessão na Europa parecendo iminente na sequência de paralisações generalizadas nas empresas pelo coronavírus.
Espera-se que ainda nesta quinta-feira os parlamentares da União Europeia aprovem fundos de emergência para atenuar a crise econômica do bloco provocada pela pandemia e reforçar as companhias aéreas mais afetadas.
Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 2,24%, a 5.815 pontos.
Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,28%, a 10.000 pontos.
Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 2,51%, a 4.543 pontos.
Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,73%, a 17.369 pontos.
Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,31%, a 7.033 pontos.
Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 1,47%, a 4.013 pontos.

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.