FMI dá sinal verde para empréstimo de US$ 7,6 bilhões à Argentina


Empréstimo faz parte do acordo firmado entre o governo do país e a instituição. Em Buenos Aires, manifestante segura cartaz contra o novo pedido de ajuda da Argentina ao FMI
Martin Acosta/Reuters
O Fundo Monetário Internacional (FMI) deu sinal verde nesta quarta-feira (19) a um empréstimo de US$ 7,6 bilhões para a Argentina como parte do acordo firmado em junho entre o governo do país e a instituição.
O vice-diretor-gerente do FMI, David Lipton, anunciou o empréstimo em comunicado no qual afirmou que há indícios de melhora na economia argentina, mas que a recuperação só deve se concretizar, de fato, a partir do segundo trimestre de 2019.
“Há primeiros indícios de que o programa de reforma econômica elaborado pelas autoridades argentinas, incluindo o novo marco de política monetária, está dando resultados”, ressaltou.
Veja 11 perguntas e respostas sobre a crise na Argentina
Na terça-feira, Instituto de Estatísticas informou que o Produto Interno Bruto (PIB) do país caiu 3,5% na medição anual do terceiro trimestre de 2018. Com o resultado, o país entrou em recessão, ao somar dois trimestres seguidos no vermelho.
No segundo trimestre deste ano, a contração havia sido de 4% em relação ao mesmo período de 2017.

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.