Empresas de RH oferecem serviços digitais gratuitos para agilizar recrutamento de hospitais no combate à Covid-19


Empresas oferecem serviços como seleção, entrevista e admissão a hospitais e profissionais da saúde para combate à Covid-19. Profissionais do Hospital Memorial Alzira Ribeiro recebem treinamento de como utilizar os EPIs em casos de coronavírus
HMAR/Arquivo
Empresas de tecnologia focadas em processos de RH se juntaram para agilizar a contratação de profissionais como médicos, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas e técnicos em enfermagem por conta da pandemia causada pelo Covid-19 e o consequente aumento da demanda do sistema de saúde.
A Gupy, startup de recrutamento e seleção de candidatos por meio de inteligência artificial, se uniu à Acesso Digital, empresa de reconhecimento facial e admissão online, e à Jobecam, plataforma 100% digital de vídeo recrutamento e uso de inteligência artificial, para disponibilizar seus serviços de recrutamento e seleção e admissão gratuitamente a hospitais e profissionais.
Por meio da plataforma da Gupy, hospitais podem se inscrever pelo link, solicitando atendimento da startup.
Todos os pedidos vão passar por uma triagem, dando prioridade a hospitais com maior demanda. A Gupy ajudará a entidade hospitalar a desenhar o processo de seleção, da abertura de vagas na plataforma até o manuseio e gerenciamento da ferramenta.
Aos profissionais de saúde interessados, a Gupy vai disponibilizar uma página que dará acesso ao painel de vagas em aberto, assim o profissional se candidata à posição que tiver mais interesse.
Para o projeto, a Jobecam disponibilizará sua plataforma para realização de entrevistas online, por videoconferência, com os candidatos que tiverem mais aderência à posição, garantindo que o processo seja 100% remoto.
Após a etapa de seleção, a Acesso Digital vai disponibilizar aos hospitais o uso do AcessoRH, que permite que os candidatos selecionados enviem os documentos para admissão pelo smartphone, sem que precisem se deslocar até a empresa. A ferramenta faz a validação dos dados e qualificação no e-Social.
A empresa de RH Employer também está fazendo uma força-tarefa para atender hospitais no estado de São Paulo. Os profissionais são selecionados por meio do Banco Nacional de Empregos (BNE) para a captação dos currículos.
Depois é feito contato telefônico com os candidatos para entrevistas e provas teóricas, feitas por meio de ferramentas de videochamadas. Após a aprovação pela unidade de saúde, a empresa faz a coleta de documentos de admissão por meio de ferramenta 100% online.
Segundo a gerente da unidade de São Paulo da empresa, Luciana Pires, a necessidade está no recrutamento, seleção e contratação urgente para os postos de enfermeiros, técnicos de enfermagem, técnicos de radiologia, higienizadores, atendentes e recepcionistas.
Os interessados devem se cadastrar no BNE.
Já a rede social profissional LinkedIn também está oferecendo recursos de recrutamento gratuitamente para empresas e organizações que atuam na linha de frente nas ações de combate à Covid-19. O objetivo é ajudar as instituições a encontrar pessoas com as habilidades e a experiência necessárias para desempenhar funções críticas na área da saúde.
Dados do LinkedIn mostram que as ofertas de emprego para funções de assistência médica, como médicos, enfermeiros e assistentes médicos, está crescendo a cada dia. As iniciativas do LinkedIn para apoiar indústrias nas linhas de frente dos esforços de resposta à Covid-19 são:
O LinkedIn oferece a empresas e organizações da área da saúde (incluindo hospitais e tudo o que for relativo à prática médica, atendimento médico e hospitalar, dispositivos médicos e atendimento médico psiquiátrico), supermercados, empresas de armazenagem e entrega de encomendas, bem como organizações sem fins lucrativos de apoio para situações de desastres, acesso para postar vagas de forma gratuita na plataforma de 1 de abril a 30 de junho. O objetivo é ajudá-los na busca e contratação de profissionais com as habilidades necessárias para desempenharem essas funções críticas.
Ajuda aos candidatos a empregos na área de saúde a encontrarem rapidamente as oportunidades disponíveis, destacando-as na página de vagas. As vagas de assistência médica de linha de frente, como médicos e enfermeiros, serão automaticamente adicionadas a uma lista de trabalhos ‘urgentes’, que serão posteriormente destacados para os usuários do LinkedIn com habilidades para ocupar essas posições. Esses usuários receberão alertas automáticos em tempo real e também e-mails informando sobre as possibilidades que o mercado está oferecendo para que possam se inscrever imediatamente.
Para ajudar as organizações de assistência médica e sem fins lucrativos para apoio em situações de desastre, será oferecido suporte por meio do programa Recrutando para o Bem, em que os próprios funcionários do LinkedIn com experiência em recrutamento trabalharão como voluntários para ajudar essas instituições na busca por talentos para preencher cargos urgentes. Essa iniciativa envolve 50 profissionais das equipes de recrutamento do LinkedIn na Europa e na América Latina.

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.