Empreendedora faz sucesso com quadros usando fotos de pets

Se os bichos de estimação viraram parte da família, tem empresário de olho nessa relação de amor. Empreendedora faz sucesso com quadros usando fotos de pets
O mercado pet está esbanjando criatividade. Se os bichos de estimação viraram parte da família, tem empresário de olho nessa relação de amor, como a Gabriela Rossato. A jovem empreendedora de São Paulo está fazendo sucesso com quadros bem modernos, tipo arte urbana, usando fotos de pets.
“Comecei a vender no Embu por hobby, sem pretensão nenhuma. Sempre fiz muito quadro de animal. Todos os meus quadros tinham um gatinho, um cachorrinho, uma girafa. E aí, um certo dia, eu resolvi abrir uma lojinha por lá e colocar todos os meus quadrinhos. Uma pessoa entrou com um cachorro e falou: nossa, esse gatinho, será que dá para trocar pelo meu cachorro? Eu falei: humm, acho que dá!”
A Gabi fechou a loja, investiu R$ 50 mil e decidiu criar um e-commerce para vender os quadros personalizados para pessoas do Brasil inteiro. O processo é bem simples: o cliente entra no site, coloca a foto do animal, define o fundo personalizado e envia. São três tamanhos de quadros e os preços variam entre R$ 299 e R$ 499. Em sete meses de funcionamento, ela já vendeu mil quadros e pretende atingir a meta de R$ 1 milhão de reais de faturamento até o final do ano.
“Pra mim, isso [o carinho com os clientes] é o ponto mais importante. Ele vai muito bem embalado, as nossas fitas são todas personalizadas. Tudo tá escrito que vem com amor. A gente tem certificado de autenticidade do quadro pra mostrar que cada arte é única”, conta a empresária.
Desde o início, a empresa foi incubada. Recebe mentoria e suporte da própria faculdade onde a Gabi estuda, em São Paulo. “No começo eu tinha muita dificuldade para organizar essa logística. Então chega a foto, a gente faz toda a arte, vai para impressão, vai enquadrar, transportadora. A gente teve bastante dificuldade em achar esse processo. E eles ajudaram”.
Se depender de clientes como a estudante Maria Paula Cristóvão, ainda vai ter muito bichinho de estimação virando obra de arte. “Eternizar, essa é a palavra perfeita. Eles já estão eternizados em mim, mas eu gosto de ver, de olhar e sentir eles sempre por perto”.

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.