Economia da zona do euro desacelera e cresce 0,2% no 3º trimestre


Expansão do PIB da zona do euro desacelera mais que o esperado. Estátua do logo do euro vista em Frankfurt
Reuters/Ralph Orlowski
A zona do euro cresceu muito menos do que o esperado no terceiro trimestre e a confiança econômica continuou a cair, mostraram estimativas oficiais nesta terça-feira (30).
O crescimento da zona do euro registrou desaceleração no terceiro trimestre de 2018, para uma taxa de 0,2% na comparação com o trimestre imediatamente anterior, ante um avanço e 0,4% registrado entre abril e junho, anunciou a agência Eurostat.
A primeira estimativa da agência europeia de estatísticas fica dois décimos abaixo da expansão dos dois trimestres precedentes.
Na comparação com o terceiro trimestre de 2017, a expansão nos 19 países do euro ficou em 1,7%, meio ponto abaixo do crescimento em ritmo anual registrado no trimestre anterior, indicou a Eurostat.
O crescimento nos 28 países da União Europeia (UE) também registrou desaceleração de dois décimos, a 0,3%, entre julho e setembro, na comparação com o trimestre anterior, o que representa um avanço de 1,9% em ritmo anual no terceiro trimestre.
Em nota separada, a Comissão Europeia informou que o sentimento econômico caiu na zona do euro pelo 10º mês seguido, e acima do esperado por economistas. O indicador, que mostra a confiança de gerentes e consumidores, caiu a 109,8 pontos em outubro de 110,9 em setembro, na maior queda desde março.
A Comissão Europeia reduziu em julho as previsões de crescimento para a Eurozona em 2018, a 2,1%, pela tensão comercial com o presidente americano, Donald Trump.

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.