Economia da Alemanha se recupera e cresce 0,4% no 1º trimestre


Gastos das famílias subiram no ritmo mais forte em oito anos e ajudaram na recuperação da economia do país após contração de 0,2% no 3º trimestre e estagnação no 4º trimestre. Rastros das luzes do trânsito colorem a frente do Portão de Brandemburgo, em Berlim, em foto feita com longa exposição durante o amanhecer
Michael Probst/AP
Os gastos das famílias subiram no ritmo mais forte em oito anos e ajudaram na recuperação da economia da Alemanha no primeiro trimestre, com aceleração na atividade de construção e exportações sólidas.
A agência federal de estatísticas confirmou nesta quinta-feira (23) o crescimento do Produto Interno Bruto de 0,4% no primeiro trimestre sobre o período anterior, e de 0,7% na base anual em dado ajustado sazonalmente.
O consumo privado aumentou 1,2% no trimestre, o maior aumento desde 2011, contribuindo com 0,6 ponto percentual para a expansão.
Os investimentos em construção cresceram 1,9% na comparação trimestral, resultando em uma contribuição de 0,2 ponto.
Apesar do aumento das tensões comerciais e incertezas empresariais, as exportações subiram com mais força do que as importações nos três primeiros meses do ano, o que significa que o comércio contribuiu com 0,2 ponto percentual para a expansão.
A economia alemã evitou uma recessão técnica por pouco no final do ano passado, após contração de 0,2% no terceiro trimestre e estagnação no quarto.

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.