Dólar opera estável, após atingir maior patamar desde outubro de 2018

No dia anterior, moeda norte-americana avançou 0,52%, a R$ 3,9966, e encerrou no maior patamar desde outubro do ano passado. Como a disputa entre EUA e China influencia os preços no Brasil
O dólar opera estável nesta quinta-feira (16), após fechar no maior patamar desde outubro do ano passado. Os investidores continuam atentos à cena política local e acompanhando desdobramentos na disputa comercial entre Estados Unidos e China, que segue pressionando mercados emergentes.
Às 9h18, a moeda norte-americana caía 0,04%, vendida a R$ 3,9952. Veja mais cotações.
No dia anterior, a moeda norte-americana avançou 0,52%, a R$ 3,9966 – maior patamar de fechamento desde 1º de outubro (R$ 4,0174). Durante o pregão, chegou a bater R$ 4,02. No mês, a alta acumulada é de 1,93%, e no ano, de 3,16%.
O Banco Central realiza nesta sessão leilão de até 5,05 mil swaps cambiais tradicionais, correspondentes à venda futura de dólares, para rolagem do vencimento de julho, no total de US$ 10,089 bilhões.

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.