Dólar opera em queda, de olho no exterior e em passos do novo governo


Na véspera, o dólar subiu 0,84%, vendido a R$ 3,7582. Notas de dólar
Reuters/Dado Ruvic
O dólar opera em queda nesta quarta-feira (7), após resultado das eleições legislativas nos EUA e com investidores monitorando o noticiário político doméstico.
Às 9h04, a moeda norte-americana caía 0,65%, vendida a R$ 3,7333. Veja mais cotações.
O Partido Democrata conquistou a maioria da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos pela primeira vez em oito anos. O resultado das eleições legislativas significa uma derrota parcial para o presidente Donald Trump já que o seu partido, o Republicano, ampliou sua vantagem no Senado.
Nesta quarta, o presidente eleito Jair Bolsonaro terá sua primeira reunião no Palácio do Planalto com o atual presidente Michel Temer. Os dois estiveram juntos no Congresso, mas ainda não sentaram após a eleição para discutir a transição de governo.
Nesta terça-feira, o futuro ministro da Fazenda, Paulo Guedes, declarou que o novo governo vai sondar a atual legislatura do Congresso Nacional para ver se é possível aprovar o texto da reforma da Previdência apresentado pelo presidente Michel Temer.
O Banco Central realiza nesta sessão leilão de até 13,6 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares para rolagem do vencimento de dezembro, no total de US$ 12,217 bilhões. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.
Na véspera, o dólar subiu 0,84%, vendido a R$ 3,7582.

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.