Diretora financeira da Huawei é presa no Canadá


Wanzhou Meng está detida sob suspeita de ter violado sanções impostas pelos Estados Unidos ao Irã. Companhia chinesa é a segunda maior fabricante de smartphones do mundo. Empresa chinesa é a segunda maior fabricante de smartphones do mundo.
Stringer/Reuters
Autoridades canadenses prenderam a diretora financeira da fabricante de tecnologia chinesa Huawei, em Vancouver, no Canadá. Wanzhou Meng, que também é vice-presidente do conselho consultivo da empresa, foi detida a pedido da justiça americana. Ela é suspeita de ter violado sanções impostas pelo governo dos Estados Unidos ao Irã.
A Huawei é a maior fabricante de equipamentos de telecomunicações e a segunda maior fabricante de smartphones do mundo, depois de ter ultrapassado a Apple este ano. Meng é filha do fundador da Huawei, Ren Zhengfei.
A notícia foi dada primeiramente pelo jornal local “The Globe and Mail” nesta quarta-feira (5). De acordo com a publicação, a prisão foi realizada no último sábado (1º). Em um comunicado enviado ao jornal, o Departamento de Justiça do Canadá afirmou que os EUA solicitaram a extradição de Meng e que uma audiência para fiança foi marcada para esta sexta-feira (7).
Em nota, a Huawei confirmou a prisão de Meng e afirmou que a companhia recebeu poucas informações sobre o caso. “Não estamos cientes de nenhum comportamento ilegal cometido por Meng. A empresa acredita que os sistemas legais de Canadá e EUA irão chegar a uma conclusão justa”.
Tensões entre EUA e Huawei estão nos maiores níveis desde 2016, e foram agravadas pela guerra comercial entre americanos e chineses. Em agosto, o presidente Donald Trump, alegando preocupações com segurança nacional, assinou uma lei que proíbe agências do governo de usar produtos e serviços da Huawei e de sua concorrente chinesa ZTE.
Em junho, legisladores dos EUA fizeram apelo ao Google para que empresa deixasse de fazer negócios com a Huawei, também alegando preocupações com a segurança nacional.

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.