De saída da presidência da Petrobras, Castello Branco faz teleconferência com aviso: 'mind the gap'


Executivo vestiu camiseta com a frase “mind the gap”, que significa “cuidado com o vão” numa tradução literal. Ele passou a ser criticado por Bolsonaro por promover sucessivos aumentos nos preços dos combustíveis para evitar uma defasagem com a cotação praticada no mercado internacional. Roberto Castello Branco, presidente da Petrobras
GloboNews/Reprodução
Na teleconferência realizada na manhã desta quinta-feira (25) com analistas para comentar os últimos resultados da Petrobras, Roberto Castello Branco, presidente da estatal, utilizou uma camiseta com a frase “mind the gap” numa referência ao metrô de Londres. Na tradução literal, significa “cuidado com o vão”. A mensagem, no entanto, pode ser entendida como um recado para o futuro da companhia.
Castello Branco se prepara para deixar a companhia em 20 de março com a decisão do presidente Jair Bolsonaro de indicar o general Joaquim Silva e Luna para o comando da estatal. O executivo passou a ser criticado por Bolsonaro por promover sucessivos aumentos no preço dos combustíveis para evitar uma defasagem com a cotação praticada no mercado internacional.
“Desde janeiro de 2019, quando eu tomei posse na presidência da Petrobras, nós começamos a implementar uma estratégia que foi seguida à risca. Rigorosamente. Não nos desviamos em nenhum momento dela”, afirmou Castello Branco na teleconferência.
“Nossa visão estratégia é baseada no lema ‘mind the gap’ como está escrito na minha camisa”, disse. “Em lugar de ter uma visão interna, de sempre nos compararmos com nós mesmos, nós queremos nos comparar com os melhores e sermos o melhor ou, pelo menos, um dos melhores.”
Jair Bolsonaro indica novo presidente da Petrobras; entenda o caso
Na quarta-feira (24), a Petrobras informou que registrou lucro recorde de R$ 59,9 bilhões no quarto trimestre, o melhor já apurado por empresas de capital aberto. No ano, o ganho foi de R$ 7 bilhões.
“Nós continuamos a trabalhar normalmente pelo menos até 20 de março, o que estamos fazendo não mudará… inclusive no que diz respeito a paridade nos preços de importação”, afirmou Castello Branco.
A assembleia para destituir Castello Branco já foi confirmada pela Petrobras.
Vídeos: Últimas notícias de economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.