Conselho de Administração da Mitsubishi Motors também decide afastar Carlos Ghosn


Carlos Ghosn está preso no Japão. Imagem de outubro de 2018 mostra o executivo em Paris
Regis Duvignau/Reuters
O Conselho de Administração da montadora japonesa Mitsubishi Motors anunciou nesta segunda-feira (12) que destituiu o presidente Carlos Ghosn.
Na quinta-feira (22), o executivo brasileiro já tinha sido afastado do Conselho de Administração da Nissan após prisão na semana passada por sonegação fiscal.
Um breve comunicado afirma que a diretoria do grupo considerou “difícil” manter no cargo o poderoso executivo, detido há uma semana em Tóquio.
Com os afastamentos, Ghosn não preside mais a aliança entre as montadoras Nissan, Renault e Mitsubishi, mas segue membro do conselho da Nissan até ser julgado.

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.