Caixa suspende contratações na faixa 1,5 do Minha Casa, Minha Vida


Segundo o banco, recursos foram esgotados e programa será retomado a partir de 2019 para famílias com renda de até R$ 2,6 mil. Imóveis do Minha Casa Minha Vida em Linhares, no Espírito Santo.
Secundo Rezende/ TV Gazeta
A Caixa Econômica Federal (CEF) suspendeu, por falta de recursos, a contratação de novas unidades do programa Minha Casa Minha Vida na faixa 1,5, que enquadra famílias com renda mensal de até R$ 2,6 mil.
Caixa reduz juros da casa própria e aumenta limite para financiar imóvel usado
A linha utiliza recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para conceder crédito imobiliário a juros abaixo dos praticados pelo mercado a famílias de renda mais baixa.
Em comunicado, o banco informou que o orçamento para esta modalidade foi esgotado e o programa será retomado nesta faixa “a partir do início de 2019”.
O orçamento do Minha Casa, Minha Vida para 2018 é de R$ 57,4 bilhões. Até o momento, a Caixa informou que foram contratadas cerca de 4,7 milhões de unidades habitacionais.
Veja quais são as faixas de renda do Minha Casa, Minha Vida
Entenda as mudanças no crédito da Caixa Econômica em 5 fatos

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.