Bovespa consolida queda, com exterior desfavorável


Na sexta-feira, o índice da bolsa paulista caiu 0,82%, a 88.115 pontos. Bovespa – Operadores acompanham as cotações do índice de ações da Bovespa
Rafael Matsunaga/ (Arquivo) – Wikipédia
A bolsa paulista se firmou em baixa após operar com instabilidade nesta segunda-feira (10), tendo de pano de fundo a cautela no exterior por preocupações sobre o crescimento econômico.
Às 13h23, o Ibovespa caía 1,19%, a 87.064 pontos. Veja mais cotações
No exterior, prevalecia a cautela, dada a preocupação de uma diminuição no ritmo de crescimento mais acentuada ou prolongada.
Dados sobre o comércio exterior chinês referendaram o quadro de desaceleração da economia da China e do mundo, bem como o ambiente de fragilidade da economia chinesa diante do embate comercial com os Estados Unidos, destaca a Reuters.
Conforme números conhecidos no sábado na China, as exportações denominadas em dólar em novembro cresceram 5,4% em relação a um ano antes, enquanto as importações avançaram 3%, ambas muito abaixo das expectativas dos analistas e com expansão na base anual menor do que apurado um mês antes.
Entre os destaques do dia, as ações da Petrobras recuavam 2%, em meio ao declínio de cerca de 1% nos preços do petróleo, enquanto bloqueios de caminhoneiros também traziam certa apreensão e endossavam movimentos de realização de lucros nos papéis que acumulam fortes ganhos no ano.
Os papéis do Bradesco recuavam 1%, e as ações do Itaú Unibanco perdiam cerca de 1,5%.
Os decepcionantes dados de emprego dos EUA na sexta-feira deixaram Wall Street com queda de mais de 2% e o movimento se espalhou por mercados desenvolvidos e em desenvolvimento na Ásia nesta segunda-feira.
Última sessão
O principal índice da bolsa brasileira, a B3, fechou em queda na sexta-feira (7), por receios com a saúde da economia norte-americana após dados mais fracos do que o esperado do mercado de trabalho em novembro.
O Ibovespa caiu 0,82%, a 88.115 pontos. Na mínima, foi a 87.907 pontos e, na máxima, chegou a 89.985 pontos.

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.