Bolsas da China fecham em alta puxada por setores de energia e tecnologia

Índice de energia subiu 3,3% salto do preço do petróleo por expectativas de um acordo para acabar com a guerra de preços entre Arábia Saudita e Rússia.
Os índices acionários da China fecharam em alta nesta quinta-feira (2), liderados pelas ações de tecnologia e de energia uma vez que os futuros do petróleo saltaram por expectativas de um acordo para acabar com a guerra de preços entre Arábia Saudita e Rússia
O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 1,62%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 1,69%.
O subíndice do setor financeiro do CSI300 ganhou 1,62%, o do setor financeiro avançou 0,96%, o de consumo subiu 1,75%, e o subíndice imobiliário ex teve alta de 0,84%, enquanto o de saúde teve avanço de 1,48%.
O índice de energia fechou com ganho de 3,3% uma vez que os futuros do petróleo saltaram após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, dizer esperar que Arábia Saudita e Rússia alcancem em breve um acordo para acabar com sua guerra de preços, enquanto o presidente russo, Vladimir Putin, pediu uma solução para o “desafiador” mercado de petróleo.
China isola a região de Jian por causa da Covid-19
As ações de tecnologia também se destacaram com o índice de tecnologia da informação saltando 4,8% uma vez que investidores esperam que Pequim busque mais autosuficiência tecnológica.
Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 1,37%, a 17.818 pontos.
Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,84%, a 23.280 pontos.
Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 1,69%, a 2.780 pontos.
O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 1,62%, a 3.734 pontos.
Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 2,34%, a 1.724 pontos.
Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,46%, a 96.663 pontos.
Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,52%, a 2.453 pontos.
Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 1,98%, a 5.154 pontos.

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.