Azul retoma operações em quatro cidades e amplia malha de voos estratégicos


Macapá (AP), Altamira (PA), Santarém (PA) e Boa Vista (RR) voltam a receber viagens da empresa que estavam paralisados em virtude do coronavírus Avião da Azul Linhas Aéreas pousa no Aeroporto Internacional de São Paulo – Cumbica (GRU), em Guarulhos
Celso Tavares/G1
A Azul Linhas Aéreas anunciou nesta sexta-feira (17) a retomada de suas operações em quatro cidades brasileiras a partir do dia 22 de abril. São elas Macapá (AP), Altamira (PA), Santarém (PA) e Boa Vista (RR).
A empresa havia suspendido voos para estes aeroportos por conta da queda de demanda, resultado das políticas de quarentena adotadas em todo o país em combate à pandemia do novo coronavírus.
Azul suspende voos diretos entre Porto Velho e Manaus
Azul cancela voo de Porto Velho a Manaus devido ao coronavírus
“As inclusões conectarão as cidades com o restante do país, retomando a assistência pelo modal aéreo e permitindo o transporte de cargas importantes, como as de medicamentos e equipamentos de proteção individual, assim como de clientes que necessitem viajar e profissionais de saúde”, diz a Azul em comunicado.
Além da reabertura de rotas, a Azul também adicionou novas partidas entre Campinas-Recife, Campinas-Salvador, Campinas-Florianópolis, Campinas-Santos Dumont, Campinas-Vitória e Recife-Salvador. Também foi ampliada a conexão Recife-Juazeiro do Norte e volta a operar a viagem Manaus-Belém.
Macapá
A rota para Macapá será realizada por Belém, com duas saídas e chegadas diárias. Nos fins de semana, serão reduzidas para uma saída e uma chegada. A agenda vale até dia 4 de maio, quando haverá redução permanente para uma ida e uma volta apenas às segundas, quartas, sextas e domingos.
A Azul chegou a ser acionada por decisão na Justiça que determinava a retomada de voos para a capital do Amapá. Além da retomada dos voos diários, a venda dos bilhetes deveria ser disponibilizada no site em até 24 horas; e que os passageiros que tiveram voos cancelados entre março e maio deste ano fossem reacomodados sem custo adicional.
Malha aérea da Azul a partir de 22 de abril
Divulgação/Azul
Altamira e Santarém
De acordo com a Azul, a operação para Altamira fará ligação para Belém, com duas saídas e chegados por dia. A rota será cumprida por uma aeronave que tem capacidade para nove clientes, o turboélice monomotor modelo Cessna Gran Caravan. De 4 a 31 de maio, a agenda também muda, com dias intercalados.
Malha áerea da Azul a partir de 22 de abril
Divulgação/Azul
Entre Santarém e Manaus serão dois voos por semana, chegando a três no início do próximo mês. Também no início de maio, Santarém voltará a ter três ligações semanais para a capital Belém. O primeiro voo para Santarém na retomada das operações da Azul na região Norte é da capital do Amazonas, com saída programada para as 9h do dia 22.
Malha áerea da Azul a partir de 22 de abril
Divulgação/Azul
Boa Vista
Antes da pandemia, a Azul operava com um voo por dia saindo de Boa Vista para Manaus. A partir de 22 de abril, até o dia 3 de maio, a empresa passará a operar dois voos semanais, às quartas e sextas, com capacidade para até 118 passageiros.
“Por conta da queda na demanda em função da pandemia e as dificuldades de operar em diversas localidades (pelas restrições de circulação de pessoas), interrompemos nossa operação em Boa Vista. Agora, estamos planejando essa abertura gradual” informou a companhia ao G1.
A partir de 4 de maio serão disponibilizados três voos semanais, às segundas, quartas e sextas, com capacidade para até 174 pessoas.
Malha aérea da Azul a partir de 22 de abril
Divulgação/Azul

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.