Auxílio emergencial de R$ 600 causa filas pelo país


Ainda há beneficiários que tentam regularizar CPF em unidades presenciais da Receita Federal; órgão recomenda que processo seja solicitado prioritariamente pela internet. Pessoas ficam próximas umas às outras na fila e não mantêm o distanciamento recomendado pelos órgãos de saúde
Isaac Macedo
O auxílio emergencial de R$ 600 que o governo federal disponibilizou para saque a partir desta quinta-feira (9) causava filas em cidades pelo país no início da manhã. Houve registro de filas e aglomeração de pessoas tanto em unidade da Receita Federal para regularização de CPF, contrariando orientações de isolamento social, quanto em locais para o saque.
A Receita Federal havia orientado os beneficiários que precisam regularizar o CPF que fizessem o processo pelo site ou por aplicativo. A ida às unidades de atendimento presencial deveria ocorrer somente em casos onde não fosse possível resolver de casa. Algumas unidades da Receita trabalham com horário e quantidade de funcionários reduzidos.
Ceará
Em Fortaleza, uma multidão de trabalhadores informais e outros interessados em solicitar o auxílio emergencial formavam uma grande aglomeração no início da manhã em uma fila que rodeia a sede da Receita Federal em Fortaleza. A concentração de pessoas teve início ainda na noite desta quarta-feira (9), mas é proibida pelo decreto estadual em vigor no Ceará desde o dia 20 de março.
Goiás
Goiânia teve nesta quinta-feira (9) o segundo dia de filas e aglomerações.
Pernambuco
No Recife, dezenas de pessoas voltaram a se aglomeram em volta de unidades da Receita Federal.
Paraná
A capital paranense, Curitiba, também teve registro de filas nesta manhã.

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.