Após descoberta de problema de privacidade no FaceTime, Apple afirma que irá consertar bug


Aplicativo de conversa por vídeo apresentou problemas de privacidade nas conversas em grupo. FaceTime foi atualizado para fazer teleconferências em grupo para até 32 pessoas no ano passado e problema foi descoberto justamente nessa função.
Divulgação/Apple
A Apple vai resolver um problema de software nesta semana envolvendo uma falha que permite a usuários do iPhone ouvir áudio de usuários que não aceitaram uma chamada por vídeo.
O bug permite que um usuário do iPhone faça uma chamada de vídeo por meio do aplicativo FaceTime e ouça os sons ao redor do aparelho do destinatário da chamada mesmo que ele não tenha atendido a ligação. A falha parece estar relacionada ao recurso de chamadas em vídeo em grupo.
Em certas situações, a falha também consegue permitir a transmissão de vídeo e áudio do aparelho do destinatário da chamada, publicou o site de tecnologia Verge.
“Estamos cientes do problema e identificamos uma solução que será liberada na forma de uma atualização de software nesta semana”, afirmou um porta-voz da Apple.
O recurso de chamadas em grupo do FaceTime foi temporariamente desativado por causa do problema, informou a Apple.
A companhia norte-americana anunciou o recurso de chamada em grupo no ano passado.

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.