Após ação da PF, 135 atos sindicais são cancelados, diz ministério; não houve registro anulado

Governo apresentou balanço de dois meses de trabalho da comissão criada em razão da Operação Registro Espúrio, deflagrada pela PF para apurar irregularidades em registros sindicais. O Ministério do Trabalho informou nesta quinta-feira (20) que a comissão criada pela pasta em razão da Operação Registro Espúrio cancelou 135 atos sindicais e não anulou nenhum registro.
Deflagrada pela Polícia Federal em maio deste ano, a Registro Espúrio apura irregularidades na concessão de registros sindicais pelo Ministério do Trabalho.
Pessoas investigadas pela PF chegaram a dizer que, para obter os registros, precisavam dar “faz-me rir” a funcionários do ministério.
Segundo o Ministério do Trabalho, os atos sindicais cancelados pela comissão nesses dois meses envolvem, por exemplo, pedidos para alterar a base da categoria e também para ampliar a base territorial.
De acordo com o ministro, Caio Luiz de Almeida Vieira de Mello, a comissão já analisou 304 processos. Dentro dos 304 processos, 135 atos foram anulados após a verificação de irregularidades, como a aprovação dos pedidos sem nenhum fundamento legal.
Desde que assumiu o ministério, informou o ministro Vieira de Mello, ele suspendeu todas as análises de registros sindicais, o que representa cerca de 3.400 pedidos parados.
Novo governo
Com a decisão do presidente eleito Jair Bolsonaro de acabar com o Ministério do Trabalho, Vieira de Mello afirmou que não teve contato com ninguém da transição do governo.
Segundo ele, o contato está sendo feito com algumas áreas específicas do ministério.
“Não tive contato com ninguém da transição, não me procuraram”, disse. O ministro brincou e disse que ele será extinto. “Eu vou ser, como já me disseram, a arara azul, extinto. Não preciso falar nada”, afirmou.
Segundo o futuro governo, os ministérios da Economia, da Justiça e da Cidadania herdarão as atribuições do Ministério do Trabalho.

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.