Ações da Eletrobras despencam após declarações de Bolsonaro


Candidato do PSL defendeu privatização de estatais que deem prejuízo, mas disse que o setor de geração de energia elétrica será exceção. Sede da Eletrobras no Rio
Reuters
As ações da Eletrobras operam com forte queda nesta quarta-feira (10), com investidores repercutindo e avaliando declarações do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) sobre a privatização da companhia.
Por volta das 14h, as ações preferenciais da Eletrobras caíam ao redor de 14%, enquanto o Ibovespa, principal índice ações da B3, recuava 2,30%. Veja cotações
Na noite da véspera, Bolsonaro afirmou em entrevista à TV Band que tem resistências em relação à privatização na Eletrobras, citando a área de geração de eletricidade. Ele comentou que, se for eleito, no setor de energia elétrica “a gente não vai mexer”, destaca a agência Reuters.
Candidato Jair Bolsonaro (PSL) dá entrevista à Band
Reprodução/Band
O candidato defendeu a privatização de empresas estatais que deem prejuízo. “Ou até mesmo extinguir”. Mas disse que o setor de geração de energia elétrica será exceção, assim como o “miolo” da Petrobras.
Por volta das 14h, as ações preferenciais da Petrobras caíam 4%.
No caso da Eletrobras, o atual governo já privatizou quase todas as distribuidoras da estatal, com exceção da unidade no Amazonas, cujo leilão está previsto para 25 de outubro, e a de Alagoas, uma operação suspensa provisoriamente por decisão do Supremo Tribunal Federal.

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.