Abertura de capital da Vamos pode movimentar até R$ 1,5 bilhão

Companhia prevê que a precificação da oferta ocorrerá em 25 de março, dois dias antes da estreia dos negócios com as ações da companhia no pregão da B3. A locadora de veículos pesados Vamos, controlada pela empresa de logística JSL , anunciou nesta quinta-feira (5) o calendário de sua oferta inicial de ações, que pode movimentar até R$ 1,5 bilhão.
De acordo com o aviso ao mercado, a operação base compreende a oferta primária — papéis novos, cujos recursos vão para o caixa da companhia — de 36,666 milhões de ações, além de outras 19,4 milhões da oferta secundária — títulos detidos por atuais sócios da empresa.
A empresa, porém, terá a opção de vender um lote adicional de até 11,2 milhões de ações e outra tranche suplementar de até 8,41 milhões de ações, alternativa em geral usada para atender casos em que há excesso de demanda do mercado.
A oferta pode chegar a até R$ 1,5 bilhão, levando em conta o preço máximo da faixa de preço estimada pelos coordenadores da oferta, de 15 a 20,20 reais por ação, e a venda integral, inclusive os lotes adicional e suplementar.
A companhia prevê no documento que a precificação da oferta ocorrerá em 25 de março, dois dias antes da estreia dos negócios com as ações da companhia no pregão da B3.

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.