10 dicas para o currículo online ganhar destaque na seleção


Uso de palavras-chave, colocação de foto, honestidade e busca de recomendações são essenciais para ganhar atenção do recrutador. Candidata cadastra currículo em processo seletivo online
Reprodução EPTV
A inteligência artificial tem feito com que o trabalho manual de análise dos currículos seja substituído por algoritmos precisos, que encurtam fases do processo tradicional. Por isso, um bom currículo online é aquele que precisa ser facilmente encontrado por um robô – e não tem muito a ver com aquele “off-line” enviado por e-mail ou impresso.
Recrutadores usam inteligência artificial para conseguir ‘match’ entre candidato e vaga
Veja abaixo 10 dicas de Mylena Cuenca, headhunter na Trend Recruitment:
Palavras-chave
É por meio das palavras-chave que os recrutadores fazem as buscas de perfil e é também por elas que os algoritmos da plataforma irão ranquear o currículo frente ao de outros profissionais.
As palavras-chave são as atividades mais comuns do dia a dia de trabalho, as funções desempenhadas. Na maioria dos casos, são também os termos técnicos da área de atuação.
Para identificar as palavras-chave que são indispensáveis para o currículo, tire alguns minutos para pensar nas atividades que você realiza no trabalho. O nome do cargo e área de atuação também são palavras poderosas de se explorar em um currículo online.
Ajuda bastante ver referências de currículos de pessoas que atuam na mesma área/função que a sua. Veja quem são os candidatos que aparecem primeiro quando você digita palavras relevantes na sua área de atuação.
Foto
Diferente do currículo off-line, aquele que é impresso ou enviado por e-mail, o currículo online precisa ter foto.
Os currículos online com foto têm 20 vezes mais chances de serem vistos e avaliados por um profissional de RH. A foto é uma maneira de apresentar o candidato para os recrutadores, então precisa comunicar quem você é enquanto profissional e estar conectada à sua área de atuação.
Não necessariamente precisa ser uma foto de roupa social. Mas precisa ser uma imagem profissional, que transmita credibilidade e confiança. Prefira fundos mais neutros e escolha imagens com boa resolução.
Objetivo profissional
Esta é a primeira informação do currículo online, logo abaixo do perfil pessoal com nome e contatos. Esta primeira frase descreve sua principal atividade profissional, seu cargo ou a posição que está buscando. O uso de palavras-chave nessa descrição irá tornar o currículo encontrável nessas plataformas.
Aproveite esse espaço para colocar seu cargo atual. Não precisa ser o cargo descrito na carteira de trabalho. Coloque o nome mais usual que o mercado dá para sua atividade profissional. Algumas empresas, por exemplo, utilizam a denominação gerente I, II e III. No entanto, para o mercado, é mais usual as nomenclaturas gerente júnior, pleno e sênior.
Resumo do perfil
Nos currículos online é comum ter um espaço reservado para o resumo profissional. Ou seja, um espaço para você vender de maneira direta suas principais habilidades e experiências profissionais.
Nesse espaço, é importante ficar atento e construir o texto usando as palavras-chave de sua profissão e atividade profissional. Os recrutadores irão usar algumas palavras para procurar os perfis na plataforma e a melhor maneira de ser encontrado é tendo essas “key words” no título da posição e no resumo do perfil.
Aproveite para contar seus cases de sucesso de forma breve e se diferenciar dos demais candidatos. Lembre-se sempre de escrever seu resumo na terceira pessoa e na linguagem culta da língua.
Experiência profissional
Aqui há muitas semelhanças com o currículo off-line. Descreva as atividades profissionais e faça isso da mais recente para a mais antiga. Seja sucinto, porém completo.
A ordem cronológica ajuda a remontar a linha do tempo e, estando da mais recente para a mais antiga, mostra para o recrutador onde você está hoje e quais podem ser os próximos passos de carreira. A regra das palavras-chave também vale para descrever as atividades e habilidades profissionais.
Formação acadêmica
Coloque o nome do curso, a instituição de ensino, a data de início e de conclusão do curso. Suas formações acadêmicas são suas credencias na carreira profissional. Siga a mesma regra: da mais recente para a mais antiga.
Vale colocar também todos os cursos de atualização profissional e cursos livres que estejam ligados à carreira. Intercâmbio, projetos e trabalhos voluntários também têm espaço. Priorize as experiências que estejam mais conectadas com a carreira e com os próximos passos que pretende dar.
Idiomas
Assim como no documento off-line, seja honesto quanto ao nível de conhecimento e proficiência do idioma. Mentir é a pior coisa que se pode fazer em um currículo. O recrutador pode falar em outro idioma na entrevista e, ali, toda mentira será desmascarada.
Recomendações
As plataformas online, como o Linkedin, permitem que os usuários da rede façam recomendações de habilidades e competências para as conexões. Essas recomendações também elevam a qualidade do perfil, tornando o profissional mais encontrável – além de conferir endosso e credibilidade.
Nesse sentido, o profissional pode pedir que seus contatos façam recomendações. Não peça isso apenas para o chefe e líderes. Fale também com colegas de trabalho de mesmo nível hierárquico e com subordinados.
Networking e rede
Tão importante quanto manter o currículo atualizado é aumentar as conexões e o networking. Quanto maior for a rede de contatos, maior as chances de chegar até as pessoas que recrutam e contratam.
Adicione colegas de trabalho, amigos, pessoas com as quais já trabalhou, pessoas que admira e acompanha o trabalho, pessoas influentes na sua área de atuação. Diferente de uma rede social comum, nessas plataformas vale mais a afinidade e relacionamento com os assuntos do que a proximidade pessoal com as pessoas. Na hora de fazer convite para “conexões” ou “amizades” escreva por que gostaria de manter contato, isso aumenta e muito as chances de se conectar com elas.
Atividade e interações
Seja ativo, participe de grupos de discussão, curta e comente as postagens. Compartilhe notícias, escreva artigos opinativos sobre sua área de atuação e mantenha seu perfil em movimento. Mudança de emprego ou de carreira requer força de vontade e iniciativa.

https://g1.globo.com/economia

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.